Newsletter


Receba nossas novidades.
Cadastre seu email.


Consulta Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito)



Mérito Lojista 2019


Parada Natalina 2018


Novos rumos para o futuro do varejo

25/01/21

Por Comunicação CDL Itajubá

Anualmente, o maior e mais tradicional evento de varejo do mundo, a National Retail Federation – NRF, serve como um excelente parâmetro para entendermos novas tecnologias ou os novos rumos do futuro do varejo.

Em um ano marcado por uma pandemia e pela aceleração digital, tivemos um formato inédito e 100% online para o evento. Mesmo que a parte de exposição e estandes não tenha sido igual, os debates e painéis nos permitiram desenhar alguns pontos e insights importantes para o ano. Abaixo, cinco insights imprescindíveis para o varejista ter no radar.

Loja ciborgue

O conceito de um ciborgue se difere do conceito de um robô: de alguma forma, o primeiro traz algo orgânico e humano em sua essência. Nos filmes ou quadrinhos, por exemplo, os ciborgues possuem membros, como braços ou pernas, similares aos nossos, mas são dotados de uma tecnologia que os fazem ter uma força ou velocidade acima da capacidade humana. Não é diferente nos negócios. O conceito de loja ciborgue traz consigo o máximo de tecnologia, visando a otimização de processos e resultados, mas não abre mão da alma ou do coração humanizado – principalmente nas questões de atendimento e personalização de serviços e produtos.

Right-sizing retail

Não é mais necessário discutir a importância dos dados atualmente. A distância entre empresas que os utilizam e aquelas que não se movimentaram nesse sentido se tornou ainda maior com a mudança imposta pela pandemia. Quem tinha informação e conhecia seus clientes pôde fazer mais e melhor, mesmo em meio a um cenário desconhecido como o que vivemos. Pensando nas lojas, os dados se traduzem em gestão. Nunca foi tão necessário ter um estabelecimento do tamanho correto, com o sortimento e quantidade de produtos adequados para o seu público. Não dá mais para arriscar se é necessário ter uma variedade tão grande de itens ou uma área de loja maior do que a demanda que irá atender. A utilização dos dados de compras de um local, por exemplo, pode criar lojas cada vez mais compactas e devidamente ajustadas ao seu potencial de venda, criando o que é chamado de right-sizing retail – ou o varejo “na medida certa”.

Business athleticism

A expressão que poderia ser traduzida como “atletismo dos negócios” define a capacidade das empresas de serem ágeis nas respostas, tomadas de decisão e, principalmente, na execução de novas ideias. Esse novo potencial das lojas de atenderem o ritmo do mercado, metodologias, treinamentos, tecnologias e processos é o caminho para “treinar” a empresa para os desafios do negócio, alcançando resultados acima de seus próprios limites.

Discovery commerce

Sabe quando você está navegando em alguma rede social e recebe um anúncio de algo que você não estava procurando, mas lhe desperta o interesse? Essa expressão, utilizada pelo Facebook, define que, em um mundo em que somos cada vez mais abordados por anúncios, essa modalidade utiliza dados de compra e navegação dos consumidores e algoritmos avançados para entender o que, quando e onde ofertar algo. Vai além de entender o que os seus consumidores gostam: é entender o que eles precisam e talvez nem saibam ainda.

Autoabastecimento

O 5G irá se tornar uma realidade em pouco tempo. A adoção dele, aliada às casas cada vez mais inteligentes (com devices de smart homes, como Google e Alexa, por exemplo), aumentará a busca pelo autoabastecimento de produtos e serviços. Em um estudo apresentado pela Euromonitor, mais de 27% dos entrevistados já desejam o autoabastecimento de seus produtos em suas casas. Isso significa que, em breve, você poderá ter sempre à mão sua cerveja favorita, sem a surpresa desagradável de abrir a geladeira e descobrir que não tem mais, e sem a necessidade de sair de casa ou de pedir via aplicativo. Sua geladeira irá conversar diretamente com o supermercado ou site de sua preferência e fazer o pedido por você quando entender que seu estoque está chegando ao fim. Do apoio para o gerenciamento do negócio até a quinta geração de internet móvel transformando o hábito do consumidor, o futuro já bate em nossa porta. Este ano, 2021, será um marco para definir os varejistas que não apenas irão retomar as vendas mais rapidamente, como também os que irão ganhar um espaço especial na carteira de marcas queridinhas do consumidor. A NRF acabou, mas o futuro está apenas se iniciando!

 

Fonte: Mercado e Consumo


Voltar

Movimento lojista em todo Brasil

Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais - FCDL-MG
Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas

CDL Itajubá

Praça Wenceslau Bráz, 42
Centro Itajubá-MG
Tel:(35) 3622-3511/3622-3905

Redes Sociais

Facebook
Twitter